"Não sejais sábio aos teus próprios olhos; teme ao senhor e aparta-te do mal; será isto saúde para o teu corpo e refrigério para os teus ossos".
(Provérbios 3:7-8)
 
 
 

O Rei mais glorioso de que temos notícia foi Salomão. A ele Deus abençoou com RIQUEZAS, BENS, HONRA e PAZ com os seus inimigos. A grandeza de Salomão nunca foi dada a outro rei antes dele. E depois dele não houve nenhum que lhe fosse igual e, muito menos, que lhe fosse maior em riquezas, honra e poder. Além de tudo o que produzia o reino de Israel, Salomão recebia tributo de todos os reis e governadores da Arábia.

"O peso do ouro que se trazia a Salomão cada ano era de seiscentos e sessenta e seis talentos, afora o que entrava dos vendedores e dos negociantes; também TODOS OS REIS DA ARÁBIA e os GOVERNADORES dessa mesma terra traziam a Salomão ouro e prata".
(II Crônicas 9:13-14)

 
"EU SEI APENAS QUE NADA SEI". Essa frase célebre é atribuída a Sócrates, o filósofo grego. Segundo ele a maior sabedoria está na disposição permanente de aprender. Somente a humildade do aprendiz pode leva-lo a se tornar um mestre. Salomão viveu muito antes de Sócrates (cerca de 500 anos), mas já conhecia essa verdade. Foi essa postura que o levou à glória que o tornou o modelo de grandeza que o mundo todo admira.
 
"Apareceu Deus a Salomão e lhe disse: Pede-me o que queres que eu te dê. Respondeu Salomão: Dá-me, pois, agora, sabedoria e conhecimento, para que eu saiba conduzir-me à testa deste povo; pois quem poderia julgar a este grande povo?"
(II Crônicas 1:7,10).
 
"Disse Deus a Salomão: Porquanto foi este o desejo do teu coração, e não pediste riquezas, bens e honras, nem a morte dos que te aborrecem, nem tampouco pediste longevidade, mas SABEDORIA e CONHECIMENTO, para poderes julgar a meu povo sobre o qual te constituí rei, sabedoria e conhecimento são dados a ti, e te darei riquezas, bens e honras, quais não teve nenhum rei antes de ti, e depois de ti não haverá teu igual".
(II Crônicas 1:11-12)

Olhemos, agora, o ANTES e o DEPOIS na vida de Salomão para conhecermos qual é a perfeita vontade de Deus para nós. Aquela vontade que, quando cumprida, nos trás as desejadas bênçãos do Senhor. ANTES que o Senhor Deus aparecesse a Salomão em sonho este havia recebido de Davi, seu pai, o reino de Israel para ser sucessor dele. Por isso Salomão ofereceu a Deus mil holocaustos. Isso agradou ao Senhor e o novo rei foi abençoado. DEPOIS de todas as glórias Salomão desagradou ao Senhor cometendo infidelidade e idolatria. Isso resultou na perda do reino de Israel, de onde restou somente o reino de Judá, pois isso era uma promessa de Deus a Davi.

"E a seu filho darei uma tribo; para que Davi, meu servo, tenha sempre uma lâmpada diante de mim em Jerusalém, a cidade que escolhi para por ali o meu nome. Por isso, afligirei a descendência de Davi, todavia, não para sempre".
(I Reis 11:36,39).

Salomão não se reconciliou com Deus. Morreu no seu pecado e Roboão, seu filho, não conseguiu manter unido o reino de Israel. Reinou somente sobre a Tribo de Judá. Para nós, porém, fica a certeza de que Deus é justo e bom. Que Ele é fiel à sua Palavra e é poderoso para a fazer cumprir. Que a nossa SABEDORIA é vã perante o Criador e que devemos cultivar o SACRIFÍCIO, a SUBMISSÃO e a FIDELIDADE a Deus, mantendo sobretudo a HUMILDADE, porque grande galardão está reservado ao servo que se mantém como criança, sempre pronto a ser ensinado.

"Se eu cerrar os céus de modo que não haja chuva, ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra, ou se enviar a peste contra o meu povo; se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e SARAREI A SUA TERRA".
(II Crônicas 7:13-14)

 

 

 

 

 

 

     Pastor Luciano mqz - "O Bom Pastor"

      ICEU – Igreja Cristã Espiritualista Ubaldiana

      MISOM – Ministério Sacerdotal da Ordem de Melquizedeque (mqz).

      (Hebreus 5:5-6,10 e 7:11-19)

 

Salão Brasil Chat

 

Clique AQUI e recomende essa página a um amigo.